Livro: Running Lean

Nunca antes na história existiu tantas oportunidades de negócios e inovação como nos dias atuais. A popularização da Internet, e-commerce e redes sociais, associado à força das tecnologias open-source e cloud computing resultaram em um ambiente onde é possível criar negócios com baixo custo e grandes possibilidades de sucesso.

Porém, a realidade não é tão animadora assim. Estatísticas apontam que 9 entre 10 startups falham. Por conta disso, muito têm se falado sobre como é possível reduzir essa margem e aumentar as chances de sucesso.
Continuar lendo Livro: Running Lean

MobVendas – Gerencie suas vendas em qualquer lugar!

Recentemente desenvolvemos um projeto para uma startup: o MobVendas.

O MobVendas é um sistema de gerenciamento de vendas para mobile, de forma que o usuário possa ter acesso as informações do seu negócio de forma simples e rápida, podendo acessar de qualquer lugar e a qualquer momento através do aplicativo.

Continuar lendo MobVendas – Gerencie suas vendas em qualquer lugar!

Evento StartupMS: O que é uma Startup?

Palestra: O que é uma Startup?

Amanhã, sexta-feira (16/09), teremos o primeiro evento organizado pelo StartupMS, a palestra: “O que é uma Startup? – Um novo horizonte para o empreendedorismo digital” com o Kenneth Corrêa.

O evento acontecerá a partir das 19:00 hs na Associação Comercial e Industrial de Campo Grande – MS, com a participação e apoio do CJE-MS e da CDL Jovem. As inscrições são gratuitas, limitadas e estão disponíveis aqui.

Aproveitando o post, a AgileStore está vendendo camisetas do grupo ao preço promocional de R$ 20,00 com possibilidade de retirar aqui na Jera.

Nos vemos por lá!

Jera no blog do SEBRAE-MS

Equipe JeraOntem foi publicada no site do SEBRAE uma entrevista que demos sobre o modelo de gestão das startups. Foi bacana pois o pessoal do SEBRAE veio até aqui, fizeram algumas perguntas e até tiraram uma foto da equipe!

A matéria é sobre micro e pequenas empresas que por contar com um modelo menos burocrático de gestão, alcançam maior crescimento e produtividade. Nós estamos com seis meses de empresa e passamos por um momento muito forte de crescimento e oportunidades. Começamos com 5 sócios e hoje já somos 11 pessoas na equipe.

Além disso, diversificamos nossos esforços que no início era somente desenvolvimento sob demanda e hoje contamos com quase metade da equipe trabalhado em projetos de P&D e produtos. Em breve vamos falar um pouco mais desses projetos. Até lá!

7 lições que aprendi sobre empreender

Como já divulguei por aqui, já fazem pouco mais de dois meses que fundamos a Jera e nesse tempo tive a oportunidade de aprender muito sobre empreendedorismo e gostaria de compartilhar aqui algumas das lições:

1. Tenha coragem

A primeira delas é ter coragem para começar. Sair da sua zona de conforto, do seu salário garantido no fim do mês, da “estabilidade” do emprego fixo não é tarefa fácil até para o mais animado dos empreendedores. Neste ponto nós pesamos aquilo que temos a perder e definimos um prazo limite para abortar a idéia que era o final de Agosto.

Lembrando também que sempre existem custos iniciais que devem ser planejados, e que, além de se manter durante um tempo que a empresa não deverá gerar receitas, também será necessário investir algum dinheiro para custear a abertura da empresa. Recomendo fazer esses investimentos conforme a necessidade, em vez de juntar muito dinheiro no início, ir investindo conforme as contas vão aparecendo.

Não faça sozinho! Temos 5 sócios, o que muita gente acha loucura, mas não vejo um cenário melhor para discutir em um ambiente de visões diferentes onde todos buscam um objetivo comum.

2. Cultive bons contatos

Apesar de bastante óbvio, não é uma tarefa fácil. Antes de abrir a empresa nós negociamos com as empresas que trabalhávamos uma parceria para terceirização de serviços. Isso garantiu pra gente nossos primeiros contratos e uma previsão financeira de alguns meses.

Além disso, é o momento de mandar e-mails, chamar no MSN, ligar, visitar, bajular antigos contatos de outros carnavais. É o momento que as pessoas têm que ficar sabendo que agora você abriu seu próprio negócio. Isso garantiu pra gente boas prospecções e negócios fechados.

Outro ponto muito importante é a indicação, mesmo que você não possa atender algum cliente, tenha opções para indicar e lembre-se que a recíproca é verdadeira. Vários de nossas prospecções vieram de indicações de parceiros e amigos.

3. Tenha um excelente ambiente de trabalho

Aqui temos uma regra simples: Não economize com seu ambiente de trabalho! Invista em uma ótima bancada de trabalho, não abra mão da melhor cadeira que seu dinheiro pode comprar, pague por monitores de 23 polegadas ou mais com resolução full hd, não economize ar condicionado e, não menos importante, mantenha o frigobar sempre cheio com boas comidas e não economize na cafeteira e no pó de café!

No nosso escritório instalamos vidros na parede para servir como quadro branco e kanban. Temos também um Wii cedido por um dos sócios que garante boas seções de Wii Sports. Alguns detalhes são muito importantes para o bem estar como um banheiro equipado (papel higiênico de qualidade, toalhinhas limpas e um bom ar eficiente), impressora (wireless que funcione em linux e macosx), telefones sem fio com ramal e espaço separado da bancada de trabalho para tomar um café.

Preocupe-se com a decoração da sala, nós usamos brinquedos e quadros com temas bimestrais (primeiro bimestre foram os Beatles, agora teremos Filmes!) e uma planta. Existem várias outras idéias que ainda não tivemos tempo ou dinheiro para colocar em prática, mas para isso que serve nossa “wishlist”!

Outra coisa legal que fizemos nesse sentido foi um “chá de escritório” onde todos nossos amigos que vieram nos visitar pegavam um item da wishlist para dar de presente. Nessa brincadeira ganhamos a planta, porta chaves, tapete, chícaras, bandeja, organizador para escovas de dente do banheiro, entre outros… (me desculpe se você é um amigo e não lembrei do seu presente). Não deixe de ver as fotos no flickr.

4. Participe da comunidade

Faz parte da visão da empresa a organização e patrocínio de eventos locais (e colaboração na organização dos nacionais) e participação de todos os eventos locais e nos mais importantes do cenário nacional.

Já participamos do ENSOL, Agile Brazil, FISL, PHPhederal, PHPSCConf, QCon, TechEd, e Linguágil. Em alguns deles nosso colega Porkaria teve a oportunidade de palestrar. Localmente, organizamos um DOJO do JUG-MS e do PHP-MS, ambos falando sobre TDD, palestramos do Dia-D do DebianMS, patrocinamos a Semana da Computação da UNIDERP que acontece essa semana com palestra e mini curso. Estamos também patrocinando o Javaneiros 2010 que acontecerá em 6 de Novembro e já agendamos a participação no RubyConf, PHPConf e Latinoware.

Estamos trabalhando agora com projetos open-source, com uma biblioteca Rails para autocomplete, bibliotecas PHP para desenvolvimento mobile, sistema para gerenciamento de eventos do PHP-MS, o Comitiva e um software para gerenciamento de Pomodoros, o Ketchup. Estamos começando agora com desenvolvimento de aplicações para Android.

5. Suas estimativas estão erradas

Todas nossas previsões de recebimento de dinheiro atrasaram assim como as datas de entrega dos serviços. Você tem que aprender a lidar com isso. O objetivo é errar cada vez menos e não deixar de fazer estimativas.

É importantíssimo prever os custos e receitas para ter pelo menos alguns objetivos em mente. No nosso caso, temos uma meta de lucro para 2010 e estamos direcionando todas nossos esforços comerciais para isso. Temos também uma previsão de receitas e custos para os próximos 6 meses. Esteja ciente que por ser pequeno, não é muito difícil de dar muito mal por conta de um negócio mal fechado.

Além disso você deve considerar que sua equipe, especialmente os sócios, tem outras atividades além de trabalhar no projeto. Existe um esforço comercial e administrativo que é dividido entre os sócios e que toma mais tempo que você pensa. Considere isso na hora de combinar prazos com clientes.

6. Pense menos e faça mais

Desde o início da empresa estamos buscando opções para desenvolvimento de produtos da empresa. Já passamos por várias discussões e gastamos tempo e dinheiro com idéias que acabamos engavetando. Existe um complicado equilíbrio entre o custo e o benefício de uma idéia e até agora nós ainda não encontramos um equilíbrio.

Somente após 2 meses conseguimos definir qual produto queremos desenvolver, mas para isso tivemos que engavetar outras idéias e até recusar/cancelar acordos informais que fizemos com alguns parceiros e amigos.

Agora que vem o ponto: o produto que queremos fazer é grande e requer um bom investimento de tempo e equipe. Agora que lançamos mão dos princípios de desenvolvimento ágil! Decidimos desenvolver o mínimo possível para lançamento do produto e fixamos o prazo para o ano de 2010. Nesse ponto, ainda temos muito para aprender…

7. Faça o melhor trabalho possível

A excelência técnica faz parte da visão da empresa. Aqui, lançamos mão de todas as ferramentas e técnicas para produzir o melhor software possível. O uso de TDD, DDD, programação em pares, SCRUM, XP, Kanban, e todas as outras “buzzwords da moda” são consideradas no nosso dia-a-dia. Mas, o ponto mais importante chama-se melhoria contínua. Sem isso, de nada adianta as melhores técnicas, práticas ou ferramentas.

A sinergia da equipe, dicussão franca, ausência de hierarquia, e principalmente, manter-se pequeno! Esse é o segredo para conseguir o melhor resultado e neste ponto estamos evoluindo rapidamente, um pouco por necessidade e muito por desejo.


Espero que tenha conseguido sintetizar o que vivemos nos últimos dois meses e que seja útil para outros empreendedores que estão pensando em abrir seu próprio negócio. Fique à vontade para comentar e complementar essa lista!