Visite-nos na Feira do Empreendedor MS 2014

Este ano estaremos com um estande na Feira do Empreendedor do MS, evento promovido pelo SEBRAE a cada 2 anos e espera receber milhares de pessoas em 4 dias de eventos com uma programação recheada de bom conteúdo.

A Feira acontecerá nos dias 21 a 24 de Agosto no pavilhão Albano Franco. A entrada é gratuita.

Além do estande nós também vamos ministrar alguns conteúdos, confira a agenda:

#JeraDay de comemoração dos 4 anos da Jera

No dia 12/07/2014 nós fazemos 4 anos de fundação. Parece que foi ontem! Nesse tempo sempre comemoramos com nossos colegas de trabalho, clientes, parceiros e toda a comunidade mais um ano de vida.

Desta vez nós pensamos em abrir as portas da Jera para convidar a todos que quiserem vir comemorar com a gente no evento que chamamos de #JeraDay!

Será nesta sexta (11/07) a noite e sábado (12/07) o dia todo aqui na Jera mesmo.

Para se inscrever preencha o formulário: http://goo.gl/T0Xsxj (é gratis!)

Programação de Sexta-feira (11/07)

Programação de Sábado (12/07)

  • 16h às 18h – Disputa do 3º Lugar da Copa do Mundo

Também teremos comida e bebidas para recarregar as baterias!

Ajude-nos a divulgar compartilhando o banner abaixo nas suas redes sociais.

jeraday
jeraday

A Jera é parceira da 10ª edição do StartupFarm em São Paulo

O Startup Farm volta à São Paulo e chega a sua 10ª Edição. É a sua chance de participar da experiência que já transformou mais de 115 startups espetaculares, como o Easy Taxi.

O programa de aceleração StartupFarm é destinado a startups que estão no estágio de amadurecimento do modelo de negócio. Os principais benefícios do programa são:

  • validação de suas premissas e posicionamento,
  • fortalecimento de diferenciais,
  • networking insano, através da exposição à rede do StartupFarm. 

São cinco semanas imersivas de trabalho duro e dedicação total, incluindo seminários, workshops, mentorias e palestras com convidados especiais, seguindo o seguinte calendário temático:

  • 1a semana – Mercado e Problema
  • 2a semana – Solução e modelo de receita
  • 3a semana – Métricas e estratégia
  • 4a semana – MVP e “Go to Market”
  • 5a semana – How to Pitch
  • Demoday: Evento de encerramento e apresentação dos projetos a investidores, representantes de aceleradoras, membros de agencias de fomento entre outros. É a vitrine que toda startup precisa para decolar.

Nessa edição, a participação será GRATUITA e SEM EQUITY. Temos como perfil desejado startups B2B com software em seu negócio que possuam soluções de Cloud / Analytics / Social / Mobile. As startups participantes do programa serão cadastradas no IBM Global Entrepreuner Program e ainda terão a chance de serem convidadas pela IBM para participar do IBM SmartCamp Brasil 2014!!

INSCREVA SEU PROJETO AGORA: https://startupfarm.wufoo.eu/forms/startup-farm-10a-ediaao-sp-2014/

Sobre o StartupFarm:
A história do StartupFarm começou em 2011 e desde lá fizeram parte da nossa história:
– Mais de 115 startups como EasyTaxi, O entregador (hoje vendido para o HelloFood), Overmidia Cast, Mobwise, Listus, Beved, Collact, MetaCerta, Intrip, ToNails, Netshow.me, InfoPrice entre muitas outras.
– Mais de 360 empreendedores como Guilherme Mosaner (Pipa), Rosi Rodrigues (Associação Brasileira de Startups), Thiago Paiva (Wayra), Roberto Mascarenhas, Leonardo Grijó, André Terra, Breno Oliveira, entre muitos outros.
– Mais de 250 mentores como Felipe Matos (Fundador do StartupFarm e COO do Startup Brasil, Cássio Spina (Anjos do Brasil), Juan Bernabó (Germinadora), Frederico Lacerda (21212), Silvia Valadares (Microsoft Business Spark), Guilherme Junqueira (Associação Brasileira de Startups), Saulo Arruda (Jera), Henrique Pistilli (Kailo), Pedro Ramos (Baptista Luz), Guga Gorestein (Poup.com.br), Edson Mackenzie (Videolog) entre muitos outros.
No total, já são mais de R$60 milhões de investimento realizados em mais de 20 projetos, duas aquisições e mais de 30 pessoas que pediram demissão durante o programa para se dedicar integralmente a empreender.

Venha fazer parte dessa história, inscreva o seu projeto: https://startupfarm.wufoo.eu/forms/startup-farm-10a-ediaao-sp-2014/

Veja os depoimentos de quem já participou: https://www.youtube.com/watch?v=97DBva87Cxw

Dúvidas sobre o programa? Entre em contato conosco pelo: hello@startupfarm.com.br

Design responsivo, Desenvolvimento Nativo e App Híbrido, quando usar?

Na era do mobile tem muita gente falando sobre design responsivo, aplicativo híbrido, desenvolvimento nativo e assuntos relacionados. Neste post vou explicar um pouco como isso tudo funciona e prós e contras de cada escolha.

Vamos começar entendendo como tecnicamente as coisas são feitas para cada tipo:

Desenvolvimento nativo

É quando o aplicativo é desenvolvido usando os recursos da plataforma. No caso de iOS (iPhone, iPad) usa-se a linguagem de programação Objective-C , o framework de desenvolvimento Cocoa Touch e a ferramenta Xcode. Para Android usa-se a linguagem Java com o Android SDK na ferramenta Eclipse + ADT e no Windows Phone a linguagem C#, Windows Phone SDK no Visual Studio.

Optar por desenvolvimento nativo é mais caro, pois é necessário desenvolver um novo código para cada plaforma. Mas também o resultado final é melhor, pois o aplicativo funcionará mais fluído e melhor integrado com os recursos de cada plataforma.

A maioria dos aplicativos que desenvolvemos na Jera são nativos.

Design Resposivo

É uma técnica de desenvolvimento para que aplicativos Web se adaptem a várias resoluções de telas. Se você acessar o site da Jera de um smartphone, tablet e PC você vai perceber como o conteúdo se adapta a cada resolução.

Isso é possível desenvolvendo o código do site ou do aplicativo Web usando técnicas que combinam HTML5, CSS e JavaScript de forma que mudanças na resolução da tela forçam o conteúdo a se adaptar.

Eu recomendo que qualquer desenvolvimento para Web faça uso desta técnica para permitir que o acesso por meio de dispositivos móveis possa ser mais confortável. Só pra dar uma ideia, 50% de todos os acessos ao site da Jera vêm de dispositivos móveis rodando iOS, Android ou Windows Phone.

Não ter um website responsivo hoje é sinônimo de perder clientes.

Aplicativo Híbrido

Aplicativo híbrido é um misto de desenvolvimento nativo e design responsivo. Normalmente é desenvolvido usando HTML5CSS e JavaScript e exibido em um Webview, que é um Navegador Web embutido dentro do aplicativo.

Tem algumas vantagens como menor custo de desenvolvimento e desvantagens como limitações para funcionamento off-line e performance.

Existem também alguns frameworks que facilitam esse tipo de desenolvimento como PhoneGap e Titanium. Nós já fizemos alguns apps e protótipos usando essas tecnologias, mas não vimos grandes vantagens em termos de custo e complexidade técnica.

.:.

Em suma, cada situação tem sua aplicação e suas limitações, por isso fiz uma tabela para deixar mais fácil esse entendimento:

Estratégia Prós e contras Quando usar
Desenvolvimento Nativo
  • Melhor uso dos recursos da plataforma
  • Melhor perfomance e funcionamento off-line
  • Maior custo de desenvolvimento e manutenção
App com uso intenso de GPS, recursos off-line (sincronização), câmera, notificação push e acelerômetro
Design Responsivo
  • Mesmo código entre plataformas diferentes
  • Maior liberdade de design, menor imposição dos padrões de design
  • Menor custo e complexidade, limitações para funciomento off-line e uso de recursos da plataforma
Website com funcionamento mobile, administração do app ou website, páginas de compartilhamento em redes sociais
Aplicativo Híbrido
  • Compartilhamento de boa parte do código entre plataformas
  • Possibilidade do uso de recursos da plataforma com código nativo
  • Menor custo, porém pode acrescentar complexidade, limitações de design e performance
Redução do custo para desenvolvimento nativo usando alguns recursos (push e câmera por ex.), aproveitamento de código já existente

É isso, se tiver alguma dúvida ou quiser discutir algum ponto, fique à vontade para deixar seu comentário!

 

como lançar um aplicativo de sucesso

Já está na hora de contratar um desenvolvedor Windows Phone?

Direto ao ponto: A resposta é SIM! Já está na hora de contratar um desenvolvedor Windows Phone.

OK, o nome não tem uma reputação muito boa mesmo, admito. Afinal, quem nunca passou raiva com uma instalação do Windows com problemas como lentidão, vírus, telas azuis e tudo mais… Mas usamos um Windows Phone, eu vejo pouca semelhança com essas características que o nome traz. E mais do que isso, pra mim foi uma surpresa positiva!

Como nosso assunto aqui é desenvolvimento de apps, não foi ficar puxando a sardinha para o que o Windows Phone tem a oferecer para o usuário final. Vou dar minha opinião sobre os pontos que levaram a gente optar em começar a adotar Windows Phone como mais uma plataforma de desenvolvimento:

1. Mercado no Brasil

A grande maioria dos nossos clientes desenvolvem seus projetos para o mercado brasileiro, ou pelo menos focam nesse mercado para começar sua operação. Nokia sempre foi uma marca muito admirada por aqui, mas o Windows Phone demorou mais do que eu esperava para assumir seu lugar.

Vivemos em um país onde celulares top de linha ainda são muito caros e recentemente houve uma redução de imposto para smartphones até R$ 1.500. Isso ajudou bastante na disseminação de aparelhos Android com uma boa qualidade e resultou uma participação de quase 90% nas vendas no ano passado.

Até que no último trimestre o Windows Phone conseguiu um bom volume de vendas ficando a frente de aparelhos com iOS, com 6% e 4,7% respectivamente. Isso não foi uma tendência só no Brasil.

2. Suporte ao desenvolvedor

Aqui a Microsoft e a Nokia estão de parabéns. Ambos estão muito acessíveis e promovendo uma série de eventos e ações, como o MAAC – App Campus, que financia o desenvolvimento de apps para Windows Phone e que fomos contemplados recentemente com um app nosso, o Fun Sounds.

Inclusive, até dia 19/03 as inscrições para o próximo MAAC no Brasil estão abertas: https://eventus.wufoo.eu/forms/maac-mobile-app-acceleration-camp/. Corra!

MAAC - Brasil

Participando de eventos como esse, além de treinamento e mentoria, você tem contato direto com a equipe de suporte ao desenvolvedor da Nokia e Microsoft. Os caras estão disponíveis para dar todo apoio e suporte que a gente precisa para desenvolver nossos apps.

3. Recursos da Plataforma

Eu diria que em termos de recursos, o Windows Phone fica entre as limitações do iOS e à libertinagem do Android. A plataforma permite um bom nível de acesso aos recursos do sistema operacional mantendo o bom desempenho do sistema.

Além disso existem recursos específicos do sistema operacional como Panorama Control, Pivot Control e Tiles.  Gostamos bastante também da fluidez das animações e possibilidades para o desenvolvedor nessa área.

panorama control
Uso de Panorama Control no Windows Phone
pivot control
Uso de Pivot Control no Windows Phone
tiles
Uso de Tiles no Windows Phone

Um ponto negativo que deve ser melhorado em novas versões é o gerenciamento de notificações que ainda está bastante incipiente no Windows Phone.

.:.

Dado esses fatores, vemos um grande futuro para Windows Phone, continuando o apoio das operadoras e investimentos da Microsoft e Nokia acredito que será possível ganhar um pouco mais do mercado do “quase monopólio” do Android.