Startup é sinônimo de crescimento

As ideias de Paul Graham sobre Startups são de grande importância para empreendedores, que terão uma visão geral de negócio e poderão aprender bastante. Este é um post que mostra alguns dos pontos mais interessantes do artigo publicado no livro Hackers and Painters: Big Ideas from the Computar Age.

O que é uma Startup?

Segundo Graham uma Startup é um empreendimento criado com certa incerteza mas tendo o objetivo de crescer. Não é preciso que seja na área de tecnologia ou tenha fundos, mas sim o crescimento. Essa é uma definição para quem deseja começar o seu negócio, tendo em vista que milhares de empresas surgem todos os dias, mas poucas apresentam uma elevada taxa de aceitação. Por essa razão é preciso esforço dos envolvidos e principalmente um diferencial, pois milhares de empresas nascem todos os dias, mas apenas algumas se destacam.

Barbearia e o Google

Paul usa o exemplo das barbearias e do Google para exemplificar sua tese. Ele afirma que para crescer uma startup precisa vender muito para um grande mercado. Esta é a principal diferença entra uma barbearia e o Google, tendo em vista que uma barbearia não escala. Ela até atende a um público e serve bem seus clientes, mas o problema é que ela atende somente aos clientes locais e tem limites de atendimento. O Google pode atender clientes de qualquer lugar do mundo sem limite de quantidade e por isso pode crescer mais.

Ideias

Começar uma Startup pode ser mais fácil que uma empresa convencional e ela parte do campo das ideias. Partindo dessa premissa, porque não começar com o tipo de maior potencial? Para entender voltamos às barbearias, pois se elas são limitadas também estão protegidas, já que a concorrência é menor. Logo se criar um buscador terá de competir com o mundo inteiro. As limitações até protegem um empreendimento comum, mas em contrapartida limita seu potencial e ainda dificulta ter ideias que o tornem mais atraente.

Para se destacar uma Startup deve oferecer algo novo, que possa ser entregue ao grande mercado. E aí que entra o fator humano, pois eles notam algo a ser explorado onde outros não viram ou que foi esquecido. Os fundadores de Startups de sucesso são diferentes das outras pessoas uma vez que eles podem ver oportunidades óbvias que passaram despercebidas por outras. O esforço também conta, mas no momento que elas começam, grande parte da inovação é inconsciente.

Crescimento da Startup

Basicamente, uma Startup vem com uma solução para determinado problema, como o Google que se tornou uma ferramenta de busca que atendeu ao público em um momento em que os algoritmos não eram suficientes para atender a demanda. Nessa perspectiva, quanto mais pessoas foram beneficiadas com o seu produto ou serviço, maior será sua taxa de sucesso. O crescimento de uma Startup se dá em três fases, sendo a primeira determinada por um período lento de crescimento, até o momento que apresentou a sua solução. A partir daí ela cresce em um período rápido, se tornando uma grande empresa. Após esse ponto a taxa será menor, tendo em vista os limites internos e os limites do mercado que atende. A receita ainda é a “unidade de medida” da Startup.

A melhor coisa para medir a taxa de crescimento é a receita. A próxima melhor, para iniciantes que não estão cobrando, é a de usuários ativos. Isso é um proxy razoável para o crescimento da receita, porque sempre que a startup não comece a tentar ganhar dinheiro, suas receitas provavelmente serão um múltiplo constante de usuários ativos.

Bússola

É importante também que as startups determinem uma taxa de crescimento que possam atingir. Ela pode ser usada para tomar decisões e também para focar em um segmento ou para melhorar seu serviço ou produto oferecido. A necessidade de crescimento pode ser usada também como uma pressão evolutiva. Com um plano de crescimento semanal, por exemplo, os empreendedores tem a oportunidade de ter um desenvolvimento mais adequado e uma ideia melhor que aquela que teve quando começou.

Negócios

Investidores se interessam por Startups por que trazem retorno. Apesar de ser arriscado, o retorno é grande se a ideia der certo. Esses investidores ganham o capital de volta quando há um crescimento, mesmo no caso de dividendos. As Startups levam vantagem, pois podem começar com um baixo investimento e gerar lucro em pouco tempo, aumentando assim, o interesse de investidores.

E você, já pensou em ter uma Startup? Compartilhe suas ideias com a gente e conheça outros projetos em nossa página!

 

como lançar um aplicativo de sucesso