Tributo ao dia do programador

Sempre achei que programadores eram seres superiores. Assim como um médico e um engenheiro, devs têm o poder de transformar coisas e trazê-las à vida, ou algo do tipo…

Desde cedo me interessei por aquele amontoado de silício que mostrava na tela coisas incríveis, com tamanha precisão e velocidade. Imaginava: “Como será que essa máquina faz pra transformar eletricidade em zeros e uns e depois traduzir em imagem para que eu possa interagir com ela?”. Se você parar pra pensar, é bem louco, né?

Corri atrás e me ensinei a falar as diversas “línguas” desse bicho, para que conseguisse dar instruções que automatizassem as tarefas do dia-a-dia.

Frequentemente olham pra mim e dizem que sou nerd ou geek, sinônimos de inteligência, que me ajudam a hackear a barreira social inicial e me infiltrar em novos círculos.

Já até superei o fato dos meus pais não entenderem o meu trabalho. Hoje não preciso mais de desculpas pra não querer estudar direito ou medicina, só porque dão dinheiro. Faço o que amo, sou programador, meu negócio é codar!

Meu trabalho consiste em pegar um monte de dados abstratos e transformá-los em valor real que move pessoas, humanizar a máquina, enfim, resolver todos aqueles problemas que você não tinha.

Nesse mundo virtual eu reino absoluto, sou o criador, modificador, conselheiro, tradutor.


Dia 13 de Setembro é o Dia do Programador. Esse é um tributo que a Jera fez aos programadores que dão o sangue todo dia pra ajudar a tornar o trabalho cada vez melhor!

Veja no instagram as fotos do dia em que comemoramos: #sanguedeprogramador

Arrecadação de Inverno

Neste inverno nós fizemos uma campanha envolvendo nosso time, clientes, amigos e parceiros para arrecadar agasalhos e calçados a serem entregues para o Esquadrão da Vida que é um projeto social que trata de dependentes químicos.

Confira as fotos da entrega que aconteceu neste domingo:

Entrevista da Jera no Correio do Estado.

Saulo - Correio do estado

Nesta quarta-feira dia 27 de maio de 2015, o CEO da Jera Saulo Arruda, deu uma entrevista ao Correio do Estado sobre a importância da construção da rede de contatos para o crescimento profissional.

A matéria, escrita por Thiago Andrade, explica como a rede de contatos é formada pelas pessoas conhecidas tanto em âmbito profissional, quanto pessoal.  Para Saulo, não há distinção de networking. Segundo ele, as pessoas de sua convivência são interessantes por inúmeras razões, e por ser dono da empresa não sente necessidade de fazer esse discernimento com seus contatos, até mesmo para manter uma proximidade saudável.

Confira a matéria completa abaixo

materia do correio - Saulo